Décima Primeira Consulta com o Pediatra – 10 meses de vida

Alimentação

A partir dos 9 meses ir gradativamente introduzindo a alimentação da família com ajuste da consistência.
Além do leite materno e/ou fórmula adequada para acima 6 meses, 2 papas salgada (almoço -12h e janta -18:30) e duas papas de fruta ( 9:30 e 15:30h).


Não é recomendado adicionar sal, mel e nem açúcar na alimentação até 1 ano de vida.

Dar até 120 ml de água por dia.
A quantidade de carne de ser entre 70 -100 gramas dia.

Vacinas

Não tem vacina esse mês.

O que o meu bebê já faz?

Engatinha.
Levanta-se apoiando nos móveis.
Sobe escadas engatinhando.
Imita gestos, bate palminhas, acena dando “tchau.
”.Resultado de imagem para bebe dando tchau
Da alguns pacinhos com apoio.
Entende o “não”.
Faz “cheirinho”, fica envergonhado.
Estranha os não próximos.
Deitado consegue se levantar e assentar-se sozinho.
Faz pinça com o polegar e o indicador para pegar objetos.
Fala duas sílabas: “mama”, “papa”.
Sente muito a ausência dos pais e/ou cuidadores.
Já demonstra suas preferências.
Sua expressão fisionômica já demonstra o que sente.

Sono

14h por dia. A noite 11h e mais ou menos 2 sonecas durante o dia. A criança já pode dormir no seu quarto. Sempre de barriga para cima e sem objetos no berço. Cuidado com móbilis, devem ser deixados fora do alcance pois podem servir de apoio para se levantarem.

O que fazer para o meu filho ter um bom desenvolvimento físico, emocional e intelectual?

Deixar o bebê no chão para ele engatinhar pra frente e para trás.
Pedir para que aponte um objeto.
Deixá-lo entrar em baixo da mesa para conhecer os espaços.
Ensiná-lo a fazer movimentos de “tchau”, “sim” , “não” e “vem”.
Estimulá-lo a se olhar no espelho.
Pedir para o bebê dar um brinquedo e esperar com a mão estendidaaté ele entregá-lo a você.
Perguntar: “Onde está a mamãe?”, “ onde esta o papai?”,” onde esta o cachorro?” e pedir para o bebê apontar.
Dar caixas e cestas para ele encher e tirar objetos.


 Como ler para o Bebê? 


Os bebês nessa fase já conseguem se sentar, segurar o livro e também coloca-los na boca.
Os pais podem nomear as figuras que o bebê aponta no livro ou aquelas em que ele fica interessado. Ajudar o bebê a virar as páginas do livro.
Transmitir o clima da história por meio da entonação da voz, de gestos e de expressões faciais. Converse e faça perguntas sobre as coisas que ele esta ouvindo. Ex:"Olha o gatinho. Como ele faz? Faz miau-miau."
Seguir as indicações do bebê para ler mais, repetir ou parar.


Alertas de Segurança para o bebê de 10 meses

Quedas (cama, trocador, colo,  carrinho, poltronas e escadas)
Cuidado com o bebê na cozinha! Área de risco! Colocar grade de proteção.
Queimaduras (banho, cigarro, líquidos quentes)
Sufocação (dormir de barriga para baixo, enrolar cordão ou prendedor de chupeta em volta do pescoço, pequenos brinquedos, entre o espaço do colchão e o berço quando o colchão é do tamanho incorreto)
Intoxicações (medicamentos em doses erradas, substâncias tóxicas- naftalina)
Não utilize talco, pois há risco de sufocação.
Como o bebê leva a boca qualquer objeto que consiga segurar, cuidado com objetos muito pequenos, sujos e cortantes.
Mobílias e equipamentos para o bebê devem conter certificação pelo Inmetro e ABNT.
Transporte adequado no carro, usar bebê conforto adequada para cada faixa etária, conforme anexo abaixo.

Desenvolvimento e Segurança

Necessitam de supervisão constante, deixar fora do alcance: objetos pontiagudos, cortantes, que destacam partes, medicamentos, produtos de uso domiciliar.
Nessa faixa etária existe risco de aspiração (corpo estranho), queimaduras, choque elétrico, afogamentos, quedas, contusões e intoxicações. Para prevenir deve-se verificar a temperatura do banho e mamadeira, não usar talco, amamentar sempre no colo, ajustar os lençóis sempre sob o colchão do berço, não medicar sem receita. Usar protetor de tomadas, cuidados com fios soltos. Usar protetores de quina de móveis. Afaste cordões, fios e sacos plásticos. Proteja escadas.
Não deixe produtos de limpeza e remédios ao alcance das crianças.
Usar bebê conforto ou conversível de costas para o movimento do veículo e preso pelo cinto de segurança.




Bibliografia: Sociedade Brasileira de Pediatria