Obesidade na infância


Leia também o documento referente ao Manual de Orientação que aborda orientações quanto à Obesidade na infância e adolescência. Acesse-o clicando aqui.

Fonte: Departamento de Nutrologia - Sociedade Brasileira de Pediatria

Cuidado com a proibição de alimentos

Proibir o consumo de alimentos com elevado conteúdo calórico (por exemplo, pães,
doces, salgadinhos, etc.) pode limitar a adesão ao tratamento. A melhor maneira de
controlar a ingestão desses alimentos é determinar a porção a ser servida/ingerida.

Estabeleça e organize os horários das refeições e dos lanches

Recomendam-se cinco ou seis refeições diárias com um intervalo de três horas entre elas. Lembre-se que restringir o número de refeições provoca uma ingestão exagerada de alimentos depois de longos períodos de jejum. Deve-se ainda incentivar o hábito de fazer o desjejum.

Oriente a criança e a família a realizarem a refeição num tempo adequado

Grande parte dos indivíduos obesos come rápido demais e mastiga insuficientemente os alimentos, o que pode interferir no mecanismo da saciedade e fazer com que a pessoa acabe comendo além de suas necessidades. É fundamental que os pais dêem o exemplo, modifiquem o hábito de eles mesmos comerem depressa e realizem ao menos uma refeição principal junto com seus filhos.

Refeições em local tranquilo

Incentive as refeições a serem feitas em local tranqüilo, sem a interferência de televisão, videogame ou computador.

Nas refeições ofereça um copo de suco, no máximo

O controle da ingestão de sucos e refrigerantes deve ser gradual. É comum a criança utilizar os líquidos para deglutir rapidamente os alimentos, mastigando-os, dessa forma, muito pouco. As bebidas gasosas carbonatadas ou fosfatadas, além de interferirem no metabolismo ósseo e no esmalte dos dentes, causam distensão gástrica, aumentando a capacidade de ingestão de alimentos.

Sanduíches são permitidos, desde que preparados com alimentos com baixo teor de gordura e sódio

Muitos acreditam que o pão seja o maior vilão, mas nem sempre é assim (o quadro
abaixo mostra o valor calórico do pão e dos sanduíches prontos). Uma boa saída para preparar sanduíches saudáveis é lançar mão de recheios menos gordurosos, como ricota, embutidos de aves, vegetais folhosos, tomate e queijo cottage.

Diminua a quantidade de alimentos gordurosos e de frituras

Peça que a família reduza a utilização de óleo na preparação dos alimentos (1 colher de sopa para até 2 xícaras de arroz cru e 2 colheres de sopa para temperar o equivalente a 2 xícaras de feijão cru são mais que suficientes). Frituras devem ser feitas com menos freqüência e substituídas por pratos assados ou grelhados. As aparas de gordura e a pele de frango devem ser removidas antes da cocção. Não existem grandes diferenças no valor calórico dos diversos tipos de carne (bovina, suína e ave). Na hora da compra, há outras atitudes importantes a adotar: adquirir uma menor quantidade de alimentos ricos em gordura (ver Tabela); substituir alimentos mais calóricos por outros que também agradam mas contêm menos calorias (por exemplo, trocar biscoitos recheados por biscoitos sem recheio); restringir a compra de alimentos pré--prontos e congelados; e, finalmente, não adquirir grandes quantidades de guloseimas para armazená-las em casa – o ideal é comprar esporadicamente pequenas porções, para consumo imediato.

Incentive a criança e o adolescente a elevar o consumo de frutas, verduras e legumes

A dica é começar com preparações interessantes, que sejam consumidas por toda a família.

Combata o sedentarismo

Incentive brincadeiras ao ar livre, caminhadas, andar de bicicleta. No dia-a-dia, limite o tempo gasto diante da TV, do videogame e do computador. A criança não deve assistir a mais de duas horas de TV por dia.

Dicas práticas

  • Substitua o leite integral e derivados pela versão semidesnatada.
  • Para aumentar o consumo de fibras, ofereça frutas e legumes com casca. Também não coe os sucos naturais e prefira sempre alimentos integrais. A recomendação diária de fibras é de 5 g + a idade da criança ou do adolescente, até o máximo de 30 g/dia.
  • Para aumentar a ingestão hídrica, incentive a criança ou o adolescente a levar sempre uma garrafinha de água na escola e em suas demais atividades, e ter como meta beber duas garrafinhas durante o dia.
  • Prefira o consumo de frutas ao invés dos sucos de frutas, pois altas concentrações de frutose e glicose estão associados a intolerância à glicose, resistência à insulina, que contêm mais vitaminas, sais minerais e menores concentrações de frutose ou  glicose. Não ofereça sucos de pacotinho, pois eles são muito ricos em açúcar.
  • Evite refrigerantes, que, além de conterem muito açúcar, prejudicam a saúde dos ossos, causam irritabilidade gástrica e cáries.
  • Utilize pratos prontos apenas duas vezes por semana.
  • Quando utilizar produtos semiprontos, asse-os sempre no forno em vez de fritar.
  • Ao preparar macarrão instantâneo, não utilize o tempero pronto que vem na embalagem – ele é muito rico em sódio; prefira preparar um molho caseiro.
  • Não ofereça sobremesas lácteas logo após as refeições. Espere pelo menos uma hora, pois o cálcio contido nessas sobremesas interage com o ferro consumido na refeição, prejudicando a absorção de ambos.
  • Substitua os salgadinhos de pacote por pipoca feita em casa com óleo de soja.
  • Retire o saleiro da mesa.

Alimentos industrializados freqüentemente consumidos por crianças e adolescentes

Hambúrguer (apenas a carne)

Tabela comparativa entre os tipos de hambúrguer


Tipo Bovino Frango Soja Peru light
Quantidade (g) 80 80 80 80
Medida caseira (unidade) 1 1/2 1 1/2 1 1 1/2
Valor energético (kcal) 195 174 188 130
Carboidratos (g) 0 2 2,6 2,6
Proteínas (g) 18 12 16 13
Gorduras totais (g) 14 13 13 7,6
Gordura saturada (g) 5,3 3,6 2,3 2,2
Gordura trans (g) 1,5 0,7 0 0,8
Colesterol (mg) 17 28 3 13
Fibra (g) 0 0 3,7 0
Sódio (mg) 820 769 775 699
Gordura (%) 64,6 67,2 62,2 52,6

Observações

  • Porção: observa-se que o hambúrguer de soja oferece praticamente o mesmo valor calórico dos demais tipos de hambúrguer, porém a porção informada no rótulo é de apenas 1 unidade, enquanto a porção dos outros é 50% maior.
  • Gordura trans: a quantidade de gordura trans na porção do hambúrguer bovino é de 1,5 g. Se o indivíduo consumir dois hambúrgueres, estará ingerindo, em apenas uma refeição, a quantidade máxima diária desta gordura (2g/dia) recomendada para um adulto.
  • Porcentagem de gordura: todos os tipos de hambúrguer apresentam uma alta concentração de gordura (mais que 60% do valor calórico total do alimento refere-se a gordura). Além disso, o hambúrguer de frango (geralmente considerado menos gorduroso pelos consumidores) é o que apresenta maior percentual de gordura, em comparação com os outros tipos.

Nuggets

Tabela comparativa entre os tipos de nugget


Tipo Tradicional Crocante Legumes Legumes p/ crianças Sojas
Quantidade (g) 130 130 130 130 130
Medida caseira (unidade) 5 5 1/2 6 6 1/2 7
Valor energético (kcal) 319 306 265 318 381
Carboidratos (g) 19 27 33 25 18
Proteínas (g) 18 18 5,1 14 20
Gorduras totais (g) 19 14 12 18 26
Gordura saturada (g) 6,4 6,1 5,8 5 7,2
Gordura trans (g) 1,9 0 0 0 0
Colesterol (mg) 33 21 17 - 2,6
Fibra (g) 3,8 2 4,7 2 1,8
Ferro (mg) 1,4 0,78 1 - 2,47
Sódio (mg) 646 580 408 520 953
Gordura (%) 53,6 41,2 40,8 50,9 61,4

Observações

  • Gordura trans: apesar de alguns tipos de nugget indicarem 0 g de gordura trans, eles trazem gordura de palma em sua composição (descrita nos ingredientes), que é rica em ácidos graxos saturados. Já o nugget tradicional possui tanto uma grande quantidade de gordura saturada quanto de gordura trans, representando quase a quantidade de ingestão máxima diária dessa gordura para adultos (2 g/dia), na porção de cinco unidades (que muitas vezes é ultrapassada).
  • Porcentagem de gordura: todos os tipos de nugget trazem alta concentração de gordura (mais de 40%). Além disso, o nugget de soja é o que apresenta maior percentual de gordura em comparação com os outros tipos.

Nugget tradicional frito

Considerando que o alimento frito absorve em torno de 16% de óleo:
130 g x 16% = 20,8 g de óleo
Óleo de soja = 900 kcal / 100 g 100 g lipídios / 100 g
186 kcal / 20,8 g 20,8 g lipídios / 20,8 g

Tabela comparativa
Tipo de preparação Assado Frito
Valor energético (kcal) 319 505
Gorduras totais (g) 19 39,8
Gordura (%) 53,6 70,9

Salsicha

Tabela comparativa dos tipos de salsicha

Tipo Hot dog Frango Salsicha de frango p/ crianças Soja Peru light
Quantidade (g) 50 50 50 80 50
Medida caseira (unidade) 1 1 1 2 1
Valor energético (kcal) 146 121 119 162 76
Carboidratos (g) 1,5 3,3 2 5 2
Proteínas (g) 6,3 6 8 12 8
Gorduras totais (g) 13 9,3 9 10 4
Gorduras saturada (g) 4,2 2 3 2 2
Gorduras trans (g) 0 0 0 0 0
Fibra (g) 0 0 0 0 0
Sódio (mg) 575 609 590 800 511
Gordura (%) 80,1 69,2 68,1 55,6 47,4

Observações

  • Porção: a salsicha de soja é um pouco mais calórica que a tipo hot dog, porém a porção é de duas unidades, enquanto a porção da outra é de apenas uma.
  • Porcentagem de gordura: todos os tipos de salsicha são alimentos com alto teor de gordura (maior que 30%), porém deve-se ter atenção especial com a salsicha tipo hot dog, na qual 80,1% do valor calórico total do alimento (116,9 kcal) corresponde a gordura.

Macarrão instantâneo

Tabela comparativa entre os tipos de macarrão instantâneo

Tipo Carne Carne (crianças) Carne light
Quantidade (g) 85 80 80
Medida caseira (embalagem) 1 1 1
Valor energético (kcal) 383 375 267
Carboidratos (g) 51 50 54
Proteínas (g) 7,9 7,4 8
Gorduras totais (g) 16 16 1,9
Gorduras saturada (g) 5,9 7,6 0,9
Gorduras trans (g) 0 0 0
Colesterol (mg) - - -
Fibra (g) 2 2,3 2,6
Ferro (mg) - - -
Sódio (mg) 2.037 1.999 2.465
Gordura (%) 37,6 38,4 6,4

Observações

  • Sódio: todos os tipos de macarrão instantâneo fornecem em torno de 100% da ingestão diária máxima de sódio (2.400 mg/dia) se forem consumidos com o tempero pronto que vem no pacote. Até mesmo os que são formulados para crianças, fornecem 5 g de sal em uma porção.
  • Gordura saturada: a quantidade de gordura saturada presente no macarrão instantâneo para crianças representa 47,5% do total de gorduras do alimento.
  • Porcentagem de gordura: dentre todos os tipos, apenas o macarrão instantâneo light pode ser considerado um alimento com baixo teor de gordura.

Lasanha

Tabela comparativa entre os tipos de lasanha


Tipo Bolonhesa Quatro queijos Soja Peru light
Quantidade (g) 325 325 325 325
Medida caseira (unidade) 1/2 1/2 1/2 1/2
Valor energético (kcal) 455 449 373,1 311
Carboidratos (g) 43 37 48,1 38
Proteínas (g) 19 24 18,1 24
Gorduras totais (g) 23 23 12 7,3
Gordura saturada (g) 11 12 4 3,6
Gordura trans (g) 2 3,4 0 0,4
Fibra (g) 5 4,9 6 4
Sódio (mg) 1.440 762 1.625 1.464
Gordura (%) 45,5 46,1 29 21,1

Observações

  • Gordura trans: a quantidade de gordura trans presente na porção da lasanha à bolonhesa refere-se à quantidade máxima diária dessa gordura para adultos (2 g/dia) em apenas uma refeição. Já a lasanha aos quatro queijos fornece praticamente o dobro da ingestão máxima permitida.
  • Sódio: todas as lasanhas trazem uma alta quantidade de sódio na porção, porém tanto a lasanha à bolonhesa quanto a de soja fornecem, respectivamente, 60% e 67,7% da recomendação diária desse nutriente, o que representa em torno de 4 g de sal na porção.
  • Porcentagem de gordura: a lasanha de soja é a única que pode ser considerada um alimento com moderado teor de gordura (menor que 30%).

Sorvete

Tabela comparativa dos tipos de sorvete

Tipo Creme Creme light Chocolate 0% de gordura Limão massa Limão picolé
Quantidade (g) 60 60 60 60 60
Medida caseira 1 bola 1 bola 1 bola 1 bola 1 picolé
Valor energético (kcal) 114 47,4 27 90 53,8
Gorduras totais (g) 5,2 1,8 0 0 0
Gordura (%) 41,1 34,2 0 0 0

Observações

Valor calórico: o sorvete de massa tradicional (creme e limão), por trazerem em sua composição leite e gordura vegetal hidrogenada, apresentam significativo aumento no valor energético se comparado ao picolé de fruta (que não contém leite em leite e gordura em sua composição) e às versões light e 0% de gordura. Como primeira opção, ofereça o picolé de frutas.